Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2011

Simplemente vivir

-->Ando por la vida,  sin destino cierto, sin saber dónde llegar, solamente sé que sigo, no puedo parar, porque si yo paro, tengo la seguridad, que todo que hice hasta aquí estará perdido. Sé que hay días en que todo me parece una gran equivocación, como si todo estuviera fuera de lugar. Pero tambien sé que hay días en que la perfección está presente en los minimos detalles, en el viento, por ejemplo, que balancea mis cabellos, al mismo tiempo que balancea los árboles y llevan de un lado para otro las nubes del cielo, jugando, transformandolas en dibujos de los más variados tipos y que feliz intento decifrarlos.
La vida es tan llena de colores y sabores... Quisiera yo apenas absorberlos, sentirlos, sin pensar en nada, sin preocupación, aceptar sin contestación el hecho de simplemente formar parte de este universo, como los pájaros, los cometas, las aguas. Pero aún no soy evolucionada lo bastante a punto de vivir sin medo, sin angustia, sin dudas, sin la necesidad de criticar y hast…

¿Hay Salvación?

--> Los días actuales estan cada vez más conturbados, andamos todos apresurados, estresados, nerviosos, com miedo de todo, y por más que intentemos no conseguimos confiar en las personas. Estamos siempre anciosos esperando por el dia de la mañana. 
El tiempo parece que pasa más rápido y nosotros nos sentimos cada vez más perdidos, siendo envueltos en una gran tempestad, donde cada persona lucha con todas las fuezas para sobrevivir. Estamos en tiempos de alta tecnologia, y de baja compreension humana, de alto individualismo y falta de sentido colectivo.
El mundo se encuentra en transformacion e infelismente no es un cambio de muchas  mejorias, pero de grandes diferencias, caminamos para un mundo de muchos colores artificiales y pocos colores naturales. 
la modernidad que trajo la computdora, la internet, que nos permite hablar con la gente de varias partes del mundo, también trajo la friesa, la falta de ojos en los ojos. La materia prima con la cual se hace los perfumes mas car…

... E tudo vem e vai

E tudo vem e vai.
A infância. 
As ondas. 
O amor. 
A vida.

E tudo marca.


A esplendorosa e angelical magia de ser criança. 
A beleza e imponência inconsciente do mar.
A infinita e ingênua ilusão da matéria. 
A fascinante e misteriosa dualidade da existência.


E Tudo é tão perfeito, 
Dentro do imperfeito.

E tudo vale a pena.
Independentemente do tempo, 
Do espaço, 
Do sentimento.

Existir é aventurar-se.

"Se eu morrer antes de você" - Chico Xavier/postado pela super querida Petite Dame Wanessa.
Se eu morrer antes de você, faça-me um favor: Chore o quanto quiser, mas não brigue comigo. Se não quiser chorar, não chore; Se não conseguir chorar, não se preocupe; Se tiver vontade de rir, ria; Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua versão; Se me elogiarem demais, corrija o exagero. Se me criticarem demais, defenda-me; Se me quiserem fazer um santo, só porque morri, mostre que eu tinha um pouco de santo, mas estava longe de ser o santo que me pintam; Se me quiserem fazer um demônio, mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo... E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase:-"Foi meu amigo, acreditou em mim e sempre me quis por perto!" Aí, então derrame uma lágrima. Eu não estarei presente para enxugá-la, mas não faz mal. Outros amigos fa…

Viva a vida!

Viva a vida porque ela é linda. Viva a vida por que ela é única. Porque o que passa não volta jamais e porque ela é um maravilhoso presente. Problemas sempre vão existir ao longo do caminho, mas nem por isso devemos deixar de acreditar no novo amanhecer além do horizonte. Perderemos ao longo de nossa jornada pessoas queridas? Sim perderemos e sofreremos muito com isso. Seremos capazes de nos curar de tamanha dor? Sim nós seremos capazes. Somos criaturas de Deus, podemos tudo se assim desejarmos. Qual é o sentido de nossa existência? Estamos sempre nos perguntando. Muitas vezes não encontramos a resposta ou não a enxergamos. Porque em vez de vivermos intensamente cada momento como se fosse o último, nos escondemos do mundo. Sentimos medo. Medo de magoar as pessoas que nos cercam. Medo de amar. Medo de ser feliz. Sim temos medo da felicidade. Medo de ela ir embora. Então, para não vê-la partir, preferimos não tê-la. A realidade muitas vezes não é tão amiga, coloca-nos diante de situaçõ…

Indagações

Como explicar o que não entendo? Como viver um amor tão intenso, Tão confuso, mas verdadeiro? Impossível aos olhos do mundo, De uma sociedade hipócrita, que reprime Os sentimento, os quais não estão dentro dos "padrões". Como explicar o que sinto no peito? Como calar meu grito, sufocar minhas lágrimas, Para que ninguém desvende meus segredos, Para que a máscara pareça a face real Para que os olhos enganem, quem para eles mirar? Como fugir do que pede a alma, se a todo instante Inquieta-se, revira-se por dentro? porque mesmo sabendo  O que quer, a matéria ilusória insiste em ser mais forte? Que valores são esses?




Dualidade

É como se existissem duas pessoas em um mesmo corpo, em uma única alma. 
Uma ama, compreende, perdoa. 
A outra é egoísta, possessiva, atormentada. 
Uma quer sempre sorrir,
Consegue extrair da vida tudo o que há de melhor, ainda que o ruim se faça notável em muitos momentos, ela só absorve os bons.
Ela vê beleza em tudo: no céu, na estrelas, nos olhos de quem mira os seus. 

A outra, ao contrário, é triste. Enxerga a vida sempre na cor acinzentada, sem graça.
Esconde-se do mundo. Foge do si mesma. Finge nada saber. 

Uma ama serenamente como a noite ama as estrelas 
E as estrelas amam a noite - estas ainda mais, porque sem o escuro, não poderiam cintilar.
Ama como elas. 
Ama como o orvalho ama a folha que a ampara na madrugada fria. 
Quer ser feliz. Percorre caminhos tortuosos à procura da paz interior. Vive. Experimenta. Eleva-se. 

A outra,  ama com paixão, com fogo, com medo.
Como um vulcão em erupção. Como um vendaval inconsequente e devastador. 

Uma está aberta ao amor, à vida.
Semeia sorri…

Sonhos

Há momentos na vida que jamais se apagam Passam os dias, os meses, os anos e eles continuam ali.  Fazem cócegas na alma, alegra-nos pelo caminho afora. Faz-nos perceber quanta beleza a existência carrega em si. Hoje sinto-me assim. Lembranças tão boas me invadem por dentro, levam-me A um tempo mágico, vivido intensamente. Transborda em mim, sonhos de outrora realizados ou adormecidos. Desses que nascem, morrem e renascem sonhos. Sonhos de sonhar acordado, de fazer o coração voar, subir, subir... E depois descer à realidade e esperar tranquilo, até que Outro rosto, outro perfume, outro olhar, outra música, outro sorriso Leve-me de volta à cidade dos sonhos.

Para ler e encantar-se

"O meu olhar é tido como um girassol Tenho o costume de andar pelas estradas Olhando para a direita e para a esquerda, E de vez em quando olhando paras trás... E o que vejo a cada momento  É aquilo que nunca antes eu tinha visto, E eu sei dar por isso muito bem... Sei ter o pasmo essencial  Que tem uma criança se, ao nascer, Reparasse que nasceu deveras... Sinto-me nascido a cada momento  Para a eterna novidade do mundo..."
(Alberto Caieiro) Um dos heterônimos do grande poeta português - Fernando Pessoa

Verbalizando os sentimentos

Amo a vida, com sua simplicidade e sua complexidade Gosto da liberdade e de sonhar. 
Gosto do entardecer, quando os raios de sol vão se apagando lentamente, deixando o céu de várias cores numa bela aquarela crepuscular. 
Encantam-me as estrelas que nascem com o anoitecer, e cintilam no infinito, para que a escuridão não me abraçe. 
Ainda me alegram as mesmas coisas que me alegravam em outros tempos - (infância)-, mas agora com uma sabor especial. 
Gosto da natureza e de seus incríveis poderes em nossas vidas. 
Encantam-me a poesia e a música, elas me proporcionam imensa felicidade. 
Gosto de ver as pessoas sorrindo, mas não é sempre que tenho o prazer de retribuir um sorriso com sincera alegria, nem elas a mim. 
Entristece-me a violência, a guerra, a mentira e a falsidade. Não me agrada, as pessoas preguiçosas, as hipócritas então... Encantam-me, também, as estações do ano; cada uma delas tem sua beleza. 
Amo minha família, meus amigos, meus amores e todos que fazem parte da minha vida e …

Um ser flutuante

Prefiro voltar, enquanto todos vão Prefiro cantar, enquanto todos se calam Prefiro parar, enquanto todos correm Prefiro sonhar, enquanto todos despertam. Sou o que sou, a síntese de uma inconstância, um ser flutuante, vagando no espaço; como a estrela que se acende dentro da noite escura e fria.     

O poder do convencimento

Em uma sociedade desigual e passiva como a nossa, composta em sua maioria por indivíduos sem a mínima consciência politica, torna-se cada vez mais difícil acreditar na honestidade de seus governantes. Se um povo não tem conhecimento, informação, consequentemente será facilmente manipulado, convencido de alguma forma a desperdiçar o que tem de mais valioso; o poder de decisão, o direito da escolha, o seu voto. Somos muitos, mas não sabemos da força que temos, já que fomos ensinados a não pensar, a aceitar sem questionar tudo que chega até nós; neste contexto o sentido da palavra “muitos” é nulo, transforma-nos em rebanho. Estamos no século XXI e ainda se faz troca de voto por alimento e até por remédio neste país, como na época dos coronéis e o voto de cabresto, isto é cumulo da falta de senso.

Contudo, será que somos culpados por não termos opinião formada sobre nossa politica? Será que somos o espelho de nossos líderes? Não, neste caso somos as vitimas; não temos educação, alimentamo-…

Mar y ilusion.

Tu andas por la playa mientras piensas en tu vida, miras a lo lejos el mar, tan grande tan poderoso, las olas vienen e van, algunas veces tranquilas, otras ni tanto... Tu caminas, la arena a bajo de tus pies te hace muy bien, sientes una calma invadirte, miras otra vez el mar, él te invita a llegar mas cerca, puedes oírlo llamandote. 

De repente el água yá es capaz de mojar tus pies, que te conducen algún lugar más allá del horizonte. Estás un poco carente, todo lo que deseas es olvidarte de los problemas, tus lástimas, olvidarte del mundo y de todo que hiere tu corazón..., por esto cree que el mar es un refugio. 
Tu te dejas llevar por las olas, en principio ellas son pequeñas, y se quebran antes de llegar al margen, despues otra ola  y otra, quando te das cuenta, ya está lejos de la playa, tu intentas en vano gritar, pero nadie puede oirte, estas lejos, estas ahogandote en el mar, que te sedujó, que te encantó con su canto, y ahora estás siendo tragado por él, y te parecias que él era…

Um dia no museu...

Um lindo e proveitoso dia foi este que passamos no Museu do Ipiranga. Foi muito divertido, meninas. Josy, mary, Thais,eu e fernanda. Adorei! Agora é montar o trabalho e arrasar!!!
"Não há como viver sozinho! é preciso companhia para seguir a longa ou curta jornada de nossa existência. Um amigo verdadeiro é algo assim, digamos que... maravilhoso"




Amar...

Há tempos estamos nos escondendo; nos esquecendo de buscar o verdadeiro sentido da vida; estamos perdendo o que de mais valioso temos; o amor; à nós mesmos, ao próximo, à natureza e toda sua arte, ao universo e sua infinita perfeição. Valorizamos mais as coisas superficiais, a beleza efêmera, a vaidade; eis o motivo pelo qual sofremos tanto e tanto. E, enquanto não tomarmos consciência de nossa verdadeira obra nesta terra continuaremos assim; depressivos, estressados, perdidos em meio às nossas des(i)lusões. A beleza da vida não se mostra na materialidade criada pelo homem, mas na imaterialidade semeada em cada alma, por Deus. Isso é o que de mais importante trazemos em nós, o resto é grão de areia.

ah, saudade

Tempo de...

Sonhar com um mundo melhor, Com uma nova consciência 
do ser humano para com o universo. Tempo de amar sem imposiçoes, Sem algemas, sem prisões. Tempo de se apaixonar, viver o momento, enlouquecer; por que não? Tempo de recomeçar, buscar, acreditar e compreender a arte de saber existir. Tempo de aprender e apreender. Tempo de sorrir.