Sonhos



Há momentos na vida que jamais se apagam
Passam os dias, os meses, os anos e eles continuam ali. 
Fazem cócegas na alma, alegra-nos pelo caminho afora.
Faz-nos perceber quanta beleza a existência carrega em si. Hoje sinto-me assim.
Lembranças tão boas me invadem por dentro, levam-me
A um tempo mágico, vivido intensamente.
Transborda em mim, sonhos de outrora realizados ou adormecidos.
Desses que nascem, morrem e renascem sonhos.
Sonhos de sonhar acordado, de fazer o coração voar, subir, subir...
E depois descer à realidade e esperar tranquilo, até que
Outro rosto, outro perfume, outro olhar, outra música, outro sorriso
Leve-me de volta à cidade dos sonhos.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maria e José

É preciso insistir - sempre

Adeus, João de Deus