Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Bem te quis

Eu bem te quis, e quis muito.
Mergulhei de cabeça e coração
no teu mundo.
Mas, ao tentar nadar, percebi
que era raso em você
o que em mim era profundo.

Cada dia um novo dia

Acordei numa manhã
e tudo estava diferente dentro de mim.
Na hora estranhei, mas depois entendi.
Sim, este é o jogo, esta é a graça.
Tudo munda o tempo todo.Tudo passa.
Às vezes faz bem, às vez dói
saber que nada é pra sempre.
E quem quer um sofrer eterno?
E quem não quer um amor eterno?
Ambos vêm e passam a cada nova forma de existir.
No final das contas,
a eternidade dos sentimentos
que experimentamos
está dentro de cada um.
No mais, estamos sujeitos, sujeitos que somos,
às voltas desta magnífica roda,
a "roda viva" - como bem disse o poeta.

Entre os versos meus

Acendeu minhas estrelas
e fez do meu céu
o mais belo em todo o universo.
Mas um dia voou de mim
e foi morar noutros abraços.
Doeu.
Ainda assim,
será parte de minha poesia.
A lembrança mais bonita
de um amor que se perdeu
no infinito de outros olhos.
E viverá para sempre
entre os versos meus.

Das minhas esquinas

Em cada esquina do meu coração
mora uma lembrança sua.
Ai, que saudade de quando a lua
banhava nossa alma nua.
um tempo em que seu passatempo
era passear na minha rua.

Inquietude

Ah, coração navegante!
Por que o mundo, lugar grande, de repente,
lhe parece tão pequeno, insignificante?
Que busca é esta que tanto o inquieta?