Das minhas esquinas

Em cada esquina do meu coração
mora uma lembrança sua.
Ai, que saudade de quando a lua
banhava nossa alma nua.
um tempo em que seu passatempo
era passear na minha rua.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Maria e José

É preciso insistir - sempre

Adeus, João de Deus